terça-feira, 17 de maio de 2016

Resíduo de chá vira substituto do couro animal

Redação do Site Inovação Tecnológica -  

Resíduo de chá vira substituto sustentável do couro
O preparado de kombucha (esquerda) e o material depois de seco e prensado (direita). [Imagem: IAState]

Kombucha
O material que se perde após a preparação de um chá está se mostrando uma alternativa sustentável e barata para substituir o couro animal em roupas, sapatos, bolsas e outros acessórios de moda.
O kombucha, ou combucha, é um preparado à base de chá preto ou chá verde, ao qual é adicionada uma solução rica em leveduras e bactérias acéticas em simbiose - uma colônia de kombucha.
A proposta da professora Young-A Lee, da Universidade do Estado de Iowa, nos EUA, é aproveitar o biofilme que resta após o preparo, que apresenta uma textura gelatinosa. Para isso, ela cultiva a colônia de bactéria simbiótica adicionando uma mistura de vinagre e açúcar.
Depois que o material é seco e prensado, ele apresenta uma textura similar à do couro, podendo ser usado como substituto do produto animal, mas também em outras aplicações.
Couro sustentável
Resíduo de chá vira substituto sustentável do couro
Sapatos e vestuário feitos com o couro vegetal derivado do chá. [Imagem: IAState]
O "couro de chá" foi testado em cosméticos, alimentos e tecidos biomédicos para curativos, apresentando rendimentos variáveis em cada um deles. Mas Lee se concentrou em fabricar peças de vestuário.
Segundo ela, o fato de que a fibra é 100% biodegradável é um benefício significativo para a indústria da moda, que não apenas gera uma grande quantidade de resíduos, como também já se viu às voltas com vários protestos de entidades defensoras dos animais.

"A moda, para a maioria das pessoas, é uma expressão efêmera da cultura, da arte e da tecnologia que se manifestam expressas em forma [de um objeto]. As empresas de moda continuam produzindo novos materiais e vestuários, de estação em estação, ano a ano, para atender o desejo e as necessidades dos consumidores, Pense sobre onde esses itens irão parar. Eles ocuparão tremendos espaços da Terra, como qualquer outro lixo," disse Lee.

Nenhum comentário:

Postar um comentário