segunda-feira, 13 de abril de 2015

Para conquistar certificação Leed, obra utiliza sistema de esgoto autoextinguível e atóxico

Desafios Técnicos :: Tecnofluidos Conteúdo Patrocinado 

Por PiniWeb

 

Tubos da Tecnofluidos escolhidos para a obra do Templo de Salomão ainda se diferenciam por contar com proteção contra raios U.V.

A construção do Templo do Salomão - obra localizada em um terreno de aproximadamente 35 mil m² na Avenida Celso Garcia, no bairro do Brás, em São Paulo (SP), que possui quase 100 mil m² de área construída - demandou alguns cuidados para que conquistasse a certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED). Este foi um dos motivos pelo qual a equipe responsável pela obra contratasse a empresa Tecnofluidos para realizar a instalação do sistema de esgoto com a linha Duratop, de acordo com Ricardo Verício, engenheiro de aplicações da Tecnofluidos.
O sistema Duratop, aplicado nas instalações externas do templo, consiste em tubos feitos de prolipropileno copolímero de alta resistência, com união deslizante utilizando guarnição elastomérica lábio duplo, resultando na máxima segurança. Segundo a empresa, o material foi projetado e desenvolvido de acordo com normas internacionais e possui ampla variedade de peças que completam as necessidades e todas as exigências do mercado hidrossanitário em duas linhas, uma negra e outra, marrom. É indicado para instalações de cozinhas industriais, shoppings, hotéis. Algumas de suas implantações foram: a obra de um laboratório de produtos químicos da Petrobrás e a unidade operacional da Bacia de Santos.
Solução
No caso do Templo de Salomão, os diferenciais que a obra necessitava e foram atendidos pelo sistema Duratop estão em sua composição. Os tubos possuem proteção contra raios Ultra Violeta (U.V), são autoextinguíveis, evitando a propagação do fogo e possuem vantagens com relação ao desempenho acústico. "O grande diferencial do Templo de Salomão é a questão sua certificação, que exigia materiais autoextinguíveis, característica do Duratop, e que também tivesse atoxicidade. É importante ter um material que não emita gases tóxicos, quando, por exemplo, no caso de uma queima. No local, como terá a concentração de muitas pessoas, essa queima não deverá emitir gases tóxicos", explica Verício. Para conseguir essa proteção contra os raios U.V, na sua produção, os tubos recebem um produto chamado negro de fumo.
Instalação
O profissional deve cortar a tubulação na medida desejada e após esse corte deve-se nivelar e fazer a ponta do tubo, responsável para promover o encaixe do mesmo na conexão. "O sistema é por encaixe, por anel bilabial, um anel que oferece maior poder de vedação e após o profissional ter lubrificado com spray lubrificante para a própria linha Duratop ou por outro tipo de lubrificante para tubulação hidráulica convencional, os encaixa", explica Verício. Não é necessário nenhum tipo de material especial para acoplar as peças. Na obra do templo, de acordo com o engenheiro de aplicações da Tecnofluidos, a instalação ocorreu de forma simples porque, basicamente, foi realizada como se fosse um sistema convencional, popular, que se usa em residências, não exigindo fixação especial.
Segundo a Tecnofluidos, o processo de acoplamento e seu baixo peso geram uma economia no tempo de instalação de 50%, além de gerar uma redução de 40% nas fixações do sistema. Sua instalação torna-se mais rápida quando utilizado em forma de kits industrializados, minimizando erros e retrabalhos no canteiro de obras. Sua propriedade autoextinguivel não requer trabalhos adicionais quando instalado externamente. Também é importante ressaltar que a instalação pelo sistema de guarnições de duplo lábil é rápida e limpa, eliminando a utilização de produtos químicos tóxicos (sem colas e soldas) e reduzindo a emissão de gases Compostos Orgânicos Voláteis (COV).
Além dos diferenciais citados, a empresa considera que os treinamentos de capacitação técnica concedidos para a equipe de instalação foram fundamentais para explorar todos os recursos que o sistema proporciona, somado ao certificado de 50 anos de garantia dos produtos, emitido para essa a obra do Templo de Salomão, superando ao exigido pela norma de desempenho - NBR 15575.

Nenhum comentário:

Postar um comentário