domingo, 30 de novembro de 2014

Lente de contato com vídeo feita em impressora 3D

Por Inovação Tecnológica

Com informações da New Scientist - 28/11/2014

A tela é construída em diversas camadas de polímero, impressas uma de cada vez. [Imagem: Yong Lin Kong et al. - 10.1021/nl5033292]
Tela na lente de contato
Será que alguém preferiria os óculos se pudesse contar com lentes de contato que exibem vídeos e ainda detectam problemas de saúde?
Mais do que isso, lentes de contato que poderiam ser fabricadas usando uma impressora 3D.
A maioria das impressoras 3D atuais trabalha com plástico ou metal para criar objetos simples. Mas Michael McAlpine e seus colegas da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, desenvolveram uma impressora 3D que fabrica uma lente de contato de cinco camadas, incorporando os LEDs para criar uma tela.
A lente de contato é feita com múltiplas camadas de polímero, com os componentes eletrônicos incorporados entre elas: diodos emissores de luz (LEDs) em nanoescala, com a fiação feita com nanopartículas de prata e polímeros orgânicos.
A parte mais complicada, segundo McAlpine, foi selecionar os solventes químicos capazes de depositar adequadamente cada camada, deixando cada uma secar o suficiente para a próxima camada aderir.
Outro desafio foi o fato de que cada pessoa tem globos oculares únicos. Isto exige a fabricação de "lentes-telas" personalizadas, escaneando a lente constantemente durante a fabricação com duas câmeras, para assegurar que a forma final se encaixe precisamente no olho do usuário.
Só no laboratório
McAlpine, que já havia construído uma orelha biônica impressa em 3D capaz de ouvir rádio, afirma que a lente de contato não precisa ter apenas uma tela: os LEDs podem ser substituídos por sensores para detectar marcadores químicos de fadiga nos fluidos do olho, por exemplo.
Levar essas lentes para fora do laboratório, contudo, ainda exigirá um bocado de trabalho: a tensão de funcionamento dos nanoLEDs ainda é muito alta e os pontos quânticos com os quais eles são feitos são de seleneto de cádmio, um material tóxico com riscos para a saúde.
Além disso, há outras versões de lentes de contato biônicas e lentes de contato com telas LCD que, embora não sejam fabricadas em impressoras 3D, não possuem desafios tão drásticos - já existe até mesmo uma lente de contato com visão infravermelha.
De qualquer forma, a equipe conseguiu demonstrar que, dispondo dos componentes mais adequados, é possível fabricar as lentes de contato de forma muito simples e barata.
Bibliografia:

3D Printed Quantum Dot Light-Emitting Diodes
Yong Lin Kong, Ian A. Tamargo, Hyoungsoo Kim, Blake N. Johnson, Maneesh K. Gupta, Tae-Wook Koh, Huai-An Chin, Daniel A. Steingart, Barry P. Rand, Michael C. McAlpine
Nano Letters
Vol.: Article ASAP
DOI: 10.1021/nl5033292

Nenhum comentário:

Postar um comentário