quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Homem-lagartixa sobe pela parede

Por Inovação Tecnológica - 19/11/2014


Homem-lagartixa
Ele não é tão ágil quanto o Homem-Aranha, e até poderia ser chamado de Homem-Bicho-Preguiça se não fosse a técnica usada por Elliot Hawkes, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.
Hawkes tornou-se o primeiro Homem-Lagartixa porque subir por uma parede utilizando um sistema de adesão inspirado nas cerdas existentes nos pés das lagartixas.
A equipe construiu duas placas circulares de 140 centímetros quadrados revestidas por cerdas artificiais e pendurou em cada uma uma espécie de degrau, onde o pesquisador apoia os pés para subir pela parede.
As duas placas conseguiram sustentar o peso do pesquisador, de 70 kg. Para comparação, o pé de uma lagartixa, com alguns milímetros quadrados, pode sustentar até 2 kg.
Adesivo eletrostático
As cerdas dos pés das lagartixas têm uma adesão tão forte que os cálculos teóricos indicam que os quatro pés do animal poderiam sustentar até 130 kg de peso. O problema é que nem todas as cerdas estão em contato com a superfície ao mesmo tempo, o que reduz sensivelmente o peso suportado.
Mas aplicações mais comportadas, como fixar materiais que não deverão ficar se movendo rapidamente, são bastante promissoras com o adesivo eletrostático, que funciona com base nas forças de Van der Waals.
Outra grande vantagem do adesivo eletrostático é a sua reversibilidade, soltando-se sem deixar marcas, assim como as lagartixas quando caminham pelas paredes ou pelo teto.
Várias equipes ao redor do mundo estão trabalhando na fabricação de adesivos inspirados nos pés das lagartixas, Este mesmo grupo já havia construído um robô que sobe pelas paredes usando a mesma técnica de adesão.
Bibliografia:

Human climbing with efficiently scaled gecko-inspired dry adhesives
Elliot W. Hawkes, Eric V. Eason, David L. Christensen, Mark R. Cutkosky
Interface
Vol.: 12 Issue: 102
DOI: 10.1098/rsif.2014.0675

Nenhum comentário:

Postar um comentário