sábado, 31 de maio de 2014

Luz do Sol é usada para fabricar células solares - Inovação Tecnológica

Redação do Site Inovação Tecnológica - 30/05/2014

A nova técnica usa um sistema de fluxo contínuo para produzir as tintas que compõem as células solares poliméricas. [Imagem: Ki-Joong Kim]
Pesquisadores descobriram uma maneira de usar o Sol não apenas como fonte de energia explorado por meio das células solares, mas também para produzir diretamente os materiais usados para fabricar as próprias células solares.
A expectativa é que isso possa reduzir o custo da energia solar, viabilizando a fabricação de células mais baratas e tornando todo o processo sustentável, da fabricação dos painéis solares até a geração de energia propriamente dita.
Em lugar de um reator, onde as reações ocorrem em lotes e os produtos devem ser despejados para o início de um novo ciclo, a nova técnica usa um sistema de fluxo contínuo.
O calor do sol - energia termossolar - é usado para a produção de nanopartículas na forma de tintas, que são usadas para fabricar as células solares orgânicas, ou células solares de plástico, que são finas e flexíveis porque a tinta pode ser aplicada sobre folhas de plástico.
"Nosso sistema pode sintetizar materiais de energia solar em minutos, em comparação com outros processos que podem levar de 30 minutos a duas horas," disse o professor Chih-Hung Chang, da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos.
No experimento de demonstração as "matérias-primas solares" foram feitas com disseleneto de cobre-índio, mas, para baixar o custo, também é possível a utilização de compostos como o sulfureto de cobre, estanho e zinco, disse Chang.
Sol 24 x 7
Contudo, indústrias químicas gostam de trabalhar 24 horas por dia e sete dias por semana - depender da luz do Sol não seria uma opção razoável.
Segundo o pesquisador, para tornar o processo 24 x 7, a luz solar poderia inicialmente ser usada para criar sais fundidos, que mais tarde poderão ser usados como fonte de calor para a fabricação das matérias-primas para as células solares.
Isto também proporcionaria um controle mais preciso da temperatura de processamento para criar as tintas eletrônicas - o controle hoje é feito alterando o foco da luz solar.
Bibliografia:

Two-step continuous-flow synthesis of CuInSe2 nanoparticles in a solar microreactor
Peter B. Kreider, Ki-Joong Kim, Chih-Hung Chang
RSC Advances
Vol.: 4, 13827-13830
DOI: 10.1039/C4RA00467A
Texto e imagem extraídos do site Inovação Tecnológica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário