domingo, 19 de julho de 2015

Os mais belos edifícios do mundo das últimas décadas

Por http://viajeaqui.abril.com.br/

Sustentáveis, espetaculares e inovadores, conheça os prédios que são os novos ícones do mundo da arquitetura

por Eduardo Jun Marubayashi
Em 03/07/2013
Obra faraônica. Todo mundo já ouviu essa expressão. Isso por que todo governante um tanto mais megalomaníaco que a média ordenou a construção de um edifício espetacular, de formas iconoclastas. Seja para eternizar sua memória ou marcar uma fase áurea de seus domínios, todos queriam criar uma novapirâmide de Gizé, uma nova maravilha do mundo. Que Hérodoto inclua minha obra em sua lista! Vez ou outra essas edificações espetaculares eram fruto do poderio da Igreja, foram criadas para serem desmontadas -- mas continuaram por aí (como a London Eye e a Torre Eiffel) -- ou simplesmente era um singelo (e caro) gesto de amor (o Taj Mahal).
Nas últimas décadas iniciou-se entre cidades emergentes a corrida pela construção de ao menos um edifício projetado por arquiteto de grife. Não é exatamente um movimento novo, algo já visto nos arranha-céus da Nova York do início do século 20 e na Paris da década de 1980 e os Grands Travaux de François Mitterand. Agora é a vez de cidades como Pequim, Doha, Cingapura e Abu Dhabi entrarem na festa. Conheça agora os mais belos "novos" edifícios do mundo.

La Grand Arche, Paris, França

Na década de 1980, o presidente francês François Mitterand deu início ao último grande surto construtivo de obras públicas da Europa, os Grands Travaux, embelezando (e endividando) Paris com a pirâmide do Louvre, o complexo de La Défense (foto), o Musée d'Orsay, o Parc la Vilette e a Biblioteca Nacional. Hoje, essa onda é liderada por muitas cidades do Oriente que vivem uma fase de afirmação, uma combinação de muito dinheiro e necessidade de serem reconhecidas. Curiosamente, boa parte dos arquitetos trabalhando hoje em Abu DhabiQatar Dubai são os mesmos, como I.M. Pei, Jean Nouvel e Renzo Piano. Conheça agora os mais belos edifícios do mundo construídos nas últimas décadas

Allen Lambert Galleria, Brookfield Center (BCE), Toronto, Canadá

Allen Lambert Galleria, Toronto, Canadá
O grande átrio no centro comercial e financeiro de Toronto é um projeto do espanhol Santiago Calatrava, mais conhecido por suas pontes e o complexo de projetos culturais de Valência. Sua luminosidade e sensação de amplitude tornaram o local um dos passeios favoritos da maior metrópole canadense

CCTV Pequim, China

CCTV, Pequim, China
A sede da estatal de TV da China, a CCTV, é um desafio à gravidade nos céus cinzentos de Pequim. O desenho de Rem Koolhaas -- vencedor do Prêmio Pritzker, o "Nobel" da arquitetura, de 2000 -- foi concretizado pelo escritório de engenharia Arup

WTC Bahrain, Bahrein

WTC Bahrain, Bahrein
As torres gêmeas do World Trade Center de Bahrein, projetado pelo escritório Atkins, têm como destaque três turbinas eólicas que provém boa parte da energia consumida no complexo

La Defense Offices, Almere, Holanda

La Defense Offices, Almere, Holanda
Há poucas décadas, Almere ficava no fundo das águas da baía de Zuiderzee, pertinho de Amsterdã. Com o fechamento dos diques, o que era mar virou lago (o Ijselmeer) e a ilha de Flevoland, onde fica Almere, surgiu. Aqui ficam os fotogênicos escritórios La Defense, criados pelas pranchetas do UNstudio

Museo Soumaya, Cidade do México

Museo Soumaya, Cidade do México
As linhas pouco ortodoxas do Museo Soumaya da Cidade do México foram concebidas por Fernando Romero (com a colaboração de Frank Gehry) para receber parte da coleção de arte da Fundação Carlos Slim. Em sua fachada foram aplicados mais de 15 mil "azulejos" de alumínio

Oslo Opera, Noruega

Ópera de Oslo, Noruega
Mármore, madeira de carvalho e vidro. Essa estranha combinação deu forma à singular Ópera de Oslo, projeto do escritório Snohetta

Galaxy Soho, Pequim, China

Galaxy Soho, Pequim, China
Na concepção da premiada Zaha Hadid, os fluidos espaços internos do complexo de escritórios e lojas Galaxy Soho são uma remissão aos clássicos pátios das casas de Pequim. Sem esquinas e terminações abruptas, suas linhas sinuosas criam uma atmosfera etérea

Perot Museum Dallas, Texas, EUA

Perot Museum of Nature and Science, Dallas, EUA
Quem é um pouco mais velho (tipo, 40 anos) vai se lembrar de Ross Perot, o milionário americano que se candidatou à presidência dos EUA desafiando democratas e republicanos. Perdeu, é claro. Seu legado mais concreto é o Museu Perot de Natureza e Ciência de Dallas. A fabulosa unidade em Victory Park foi projetada pelo ganhador do Pritzker de 2005, Thom Mayne, da firma Morphosis

Museu de Arte Islâmica, Doha, Qata

Museu de Arte Islâmica, Doha, Qatar
Muita gente torceu o nariz quando Ieoh Ming Pei resolveu plantar uma pirâmide de vidro bem no coração do Museu do Louvre. Hoje não dá para imagina-lo sem ela. Bem menos polêmico foi a escolha do arquiteto sino-americano na concepção do elegante Museu de Arte Islâmica de Doha, capital do Qatar

Museu de Arte Islâmica, Doha, Qatar

Museu de Arte Islâmica, Doha, Qatar
O museu é uma ode arquitetônica à cultura e artes islâmicas e já é um ícone da cidade de Doha

O Maxxi (Museo Nazionale delle Arti del XXI Secolo), desenhado pela premiada arquiteta anglo-iraquiana Zaha Hadid, tem alas dedicadas a arte e arquitetura, mas cinema e fotografia também têm espaço nas salas de exibição

Maxxi, Roma, Itália
Maxxi (Museo Nazionale delle Arti del XXI Secolo), desenhado por Zaha Hadid (Pritzker de 2004), tem alas dedicadas a arte e arquitetura, mas cinema e fotografia também têm espaço nas salas de exibição. A premiada arquiteta anglo-iraquiana é responsável por grandes projetos, como o Centro Aquático de Londres e o Centro de Artes Perfomáticas de Abu Dhabi, ainda em fase de construção

Ninho de Pássaro, Pequim, China

Estádio Olimpico Nacional de Pequim, China
Principal palco dos Jogos Olímpicos de Pequim, o Ninho de Pássaro é um projeto da dupla Herzog e de Meuron. Os vencedores do Pritzker de 2001 são responsáveis pelos projetos do Tate Modern (Londres), da Allianz Arena (Munique) e do Teatro da Dança de São Paulo, ainda no papel

Shanghai Financial Center, Xangai, China

Shanghai World Financial Center, Xangai, China
Parece um abridor de garrafa gigante, mas o SWFC (o edifício mais alto, à esquerda) é o mais novo (e bem mais elegante) membro do já congestionado skyline da frenética Xangai. Projeto do escritório Kohn Pedersen Fox

Turning Torso, Malmo, Suécia

Turning Torso, Malmo, Suécia
O Turning Torso é o mais alto edifício da Suécia com 190,4 metros de altura. Projetado por Santiago Calatrava, é um dos novos ícones arquitetônicos de Malmo

Liverpool, Reino Unido

Museum of Liverpool, Reino Unido
Liverpool tem bem mais a oferecer que tours fajutos dos Fab Four. Seu conjunto notável de museus é capitaneado pelo Museum of Liverpool, dedicado à história local, patrimônio da humanidade pela Unesco. O projeto ficou a cargo da 3XN, escritório que ganhou notoriedade com a premiada sala de concertos Muziekgebouw aan 't IJ de Amsterdã

Cingapura

Marina Bay Sands, Cingapura
Este gigantesco complexo que combina resort, museu, centro de convenções e cassino na marina de Cingapura é simplesmente estonteante. O SkyPark, um deck unindo as três torres de quartos do hotel, abriga restaurantes, bares e uma espetacular piscina ao ar livre. O projeto foi concebido por Moshe Safdie, com a fundamental engenharia da Arup


Foto: Getty Images
Arranha-céu The Shard, Londres, InglaterraAnteriorPróxima
The Shard, Londres, Reino Unido
Tão ou mais polêmico do que o estranhérrimo "Gherkin" (cujo nome oficial é 30 St Mary Axe), o Shard agora é dono absoluto dos céus de Londres. São mais de 300 metros de aço, concreto e vidro concebidos por Renzo Piano, o homem por trás de ícones arquitetônicos como a sede do New York Times, o aeroporto internacional de Kansai e o Centro Pompidou (este em parceria com Richard Rogers)


Foto: Divulgação
Capital Gate Abu Dhabi, Emirados Árabes UnidosAnteriorPróxima
Capital Gate Tower, Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos
A torre de 160 metros do Capital Gate, projetado pelo escritório RJMJ Architects, é considerada a mais inclinada do planeta. Nos próximos anos Abu Dhabi inaugurará uma série de edifícios na ilha de Saadiyat concebidos por peso-pesados do mundo da arquitetura, como os ganhadores do prêmio Pritzker Jean Nouvel, Zaha Hadid, Tadao Ando, Frank Gehry e Norman Foster 


Foto: Thinkstock
Burj Khalifa, Dubai, Emirados Árabes UnidosAnteriorPróxima
Burj Khalifa, Dubai, Emirados Árabes Unidos
O edifício mais alto do mundo é apenas uma das muitas construções extravagantes de Dubai. Seus 829,8 metros de altura foram desenhados pela companhia Skidmore, Owen e Merrill


Um comentário: