terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Demonstrada nova técnica para geração de eletricidade

Por Redação do Site Inovação Tecnológica - 13/02/2015

Nova técnica para geração de eletricidade
[Imagem: Aapo Varpula et al. - 10.1038/srep06799]

Engenheiros do Centro de Pesquisas Técnicas da Finlândia (VTT) demonstraram uma nova técnica para geração de energia elétrica.
Funções de trabalho
Aapo Varpula e seus colegas geraram energia utilizando um fenômeno de acúmulo de cargas elétricas que ocorre naturalmente entre dois corpos com diferentes funções de trabalho.
Função de trabalho é a quantidade de energia necessária para remover um elétron de um sólido e que está na base, por exemplo, do conhecido efeito fotoelétrico.
Quando dois corpos condutores com diferentes funções de trabalho são conectados um ao outro eletricamente, eles acumulam cargas opostas. Movendo estes dois corpos um em relação ao outro gera-se energia devido à força eletrostática atrativa entre as cargas opostas.
No experimento, a energia gerada por este movimento foi convertida em energia elétrica utilizável ligando os dois objetos a um circuito externo.
Colheita de energia
Segundo a equipe, a nova técnica de conversão de energia também funciona com semicondutores, o que é importante por causa das aplicações que se tem em mente.
Devido às baixas correntes produzidas, o novo método é adequado para a chamada "colheita de energia", produzindo eletricidade a partir das vibrações mecânicas do ambiente, das batidas do coração ou do molejo do nosso andar.
Coletores de energia desse tipo estão sendo testados em sensores e implantes médicos, onde eles podem substituir as baterias, tornando-se auto alimentados.
Mais no futuro, os coletores de energia poderão abrir novas oportunidades em campos como os aparelhos eletrônicos de vestir.
Bibliografia:

Harvesting Vibrational Energy Using Material Work Functions
Aapo Varpula, Sampo J. Laakso, Tahvo Havia, Jukka Kyynarainen, Mika Prunnila
Nature Scientific Reports
Vol.: 4, Article number: 6799
DOI: 10.1038/srep06799

Nenhum comentário:

Postar um comentário